Sorteio de Aniversário do Blog

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Console EMPI

Sonho de consumo um dia ainda terei !
Console EMPI


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Brasilias pelo Mundo

Se não cuidarmos vai tudo embora!
E olha só o que da pra fazer .



terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Se eu tivesse uma kombi

Se eu tivesse uma Kombi alguém teria alguma dúvida do que iria copiar desta aí que aparece nas fotos?




domingo, 24 de fevereiro de 2013

Do rascunho a Arte Final

Outro dia falava com o meu amigo Gilberto Aschidamini sobre como fazer uma melhor divulgação dos serviços prestados pela oficina Aschi.
A propaganda não digo que seja alma do negócio, porque negócio algum vive só de alma.
Precisa de profissional competente de faça sustentar o que a propaganda vende.
Dentro desta concepção falamos sobre como trabalhar a marca e a divulgação do trabalho.
O Gilberto lembrou de um desenho que guardou carinhosamente feito por um colega de colégio que já na época fazia os seus rabiscos.
Lembrando do Gilberto, o amigo dele desenhou nada mais nada menos que um fuscão incrementado.

Partindo deste desenho o Gilberto me perguntou o que poderíamos fazer.
Fiquei com a imagem ali guardada e comentei que nos dias de hoje trabalhar uma imagem mal desenhada não se enquadra com toda a tecnologia gráfica com qual nos deparamos.
Passado um tempo e vendo o trabalho que Maurício Morais fez desenhando o Macfuca tanto no desenho original quanto na caricatura, não resisti em perguntar se o mestre dos vetores não faria aquele rabisco do passado virar um Logotipo da oficina.
Sem titubear o Maurício recebeu o desenho e passou a trabalhar a imagem.
Pois bem, passado alguns dias aí esta o resultado do desenho que  não deixou o original de lado e que ao mesmo tempo trás a lembrança afetiva do amigo do Gilberto quando lhe presenteou com aquele desenho no papel!



Espero que goste Gilberto, porque esse foi de coração!
Obrigado Maurício Morais pela dedicação

sábado, 23 de fevereiro de 2013

2º Encontro Mundial de VW SP2


Recebi esse folder do meu amigo Luciano Pinheiro do blog VW SP2

Presenças confirmadas de Márcio Piancastelli e José "Jota" Novita.
Teremos, também uma boutique SP2 com itens exclusivos e área VIP
 para os sócios do VW SP2 Club.
Aliás, quem quiser associar-se no clube pode enviar um e-mail para: inscricao@vwsp2.com.br

Maiores detalhes podem ser obtidos pelo e-mail: encontro@vwsp2.com.br

Não deixem de curtir a página ofical do  VW PS2 Club 


Evento imperdível para os apaixonados VW SP2 e claro para os que curtem
os refrigerados a ar!


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Seria arte Contemporânea!

Registrando veículos abandonados na Cidade de São Paulo
o Fotógrafo Marcos Paulo Dias enviou ao Jornalista Milton Jung (meu irmão)
essas duas Kombis largadas no tempo.
A primeira na Região Central - Bela Vista e a segunda imagem
na Região Leste - São Miguel Paulista.

Agora a pergunta é:
Não seria arte contemporânea?

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

O Fusca foi o meu primeiro carro!!!!!!!

O fusca foi o meu primeiro carro.
Esse é o comentário que geralmente surge em todas as rodas de fusca.
Claro o meu logicamente, foi um fusca e um 79 branco Alaska que herdei do meu avô quase zerado e já retratado neste blog.
Na época onde a moda era colocar roda de Brasilia  com o aro grafite e parafusos cromados, nada disso teria graça senão fosse em um fusca rebaixado.
E dessa idéia de ter um carro com visual esportivo conheci a Oficina Aschi, vizinha de um parente próximo que morava ao lado.
Fabricante do Kit Puma como era chamado as Catracas para colocar no quadro do fusca, entrei em contato com o Gilberto Aschidamini para mudar o perfil do meu fusca.
Na época além da catraca dois pneus P44 na parte traseira e dois F650 perfil baixo na frente.
Visual radical para um fusca na época. Bom fiz esse introito, para chegar no ponto que eu queria.
Nesse sonho de guri de ter um visual radical eu e tantas outras pessoas tivemos os nossos carros rebaixados pelo Gilberto Aschidamini. Especialista no assunto.
E dos 18 anos pra frente a gente nunca esquece as passagens marcantes da vida e que ficam como uma memória saudável do passado.

Dentro deste contexto conheci o Pedro Luis Artioli no último encontro do Porto Alegre Fusca Clube que assim como eu resolvi fazer, ele volta no tempo procurando novamente um fusca pra comprar.
No caso do Pedro ele ainda esta a procura de um fusca e nesta busca chegou ao site do Porto Alegre Fusca Clube onde olhando as fotos dos encontros se deparou com um imagem onde aparecia o Banner da Oficina Aschi.
Surpreso com o nome não acreditou que aquele ainda seria a mesma oficina que teria rebaixado o seu carro a 30 anos atrás.
Foi no encontro mensal do clube e se deparou com a figura do Gilberto Aschidamini o mesmo sujeito que a trinta anos teria mudado o visual do seu fusca rebaixando a suspensão e realizando o sonho de guri. 
O papo rolou como uma volta ao passado como não poderia ser diferente e na mesma perspectiva de ter as mesmas sensações revividas no emocional, combinou uma visita a oficina Aschi e é lógico que assim que o fusca estiver na mão jã saberá qual o seu primeiro destino.
O melhor de toda essa história é que ao contrário do meu fusca que nunca tive uma imagem dele com o visual rebaixado o Pedro Luis Artioli guardou até hoje as imagens e me enviou assim com para o Gilberto também.


 
As fotos são de 1983 e o fusca do Pedro era um 1979, 1300L, monocromático.
Como disse o Pedro Luis Artioli: Ainda lembro o dia em que fui buscá-lo na oficina!








Cá pra nós 30 anos e a Oficina Aschi ainda inserida no mercado da suspensão, não é pra qualquer um. 

Alguém ainda tem dúvida da competência dessa turma? 
E aí ter fusca é ou não é uma excelente terapia?

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Caixa de direção!


Outro dia estive na oficina do meu amigo Gilberto Aschidamini 
para dar um ajuste na folga da direção.
 De tempos em tempos é preciso dar um ajuste nos parafusos.
Se você ainda não tem alguém de confiança e que saiba exatamente o que esta fazendo com o seu carro,
 não deixe de ligar ou de ir até a Oficina Aschi.
Rua Lucas de Oliveira, 2426
Telefone 33320899
ou então procure pelo Facebook
https://www.facebook.com/aschi.suspensao
 





terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Moda fusca! Clipão

Gostou?
Tem nas Lojas Renner.
Ganhei de presente da minha irmã!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Edition 719

Direto de Colorado Springs CO chegando em Porto Alegre, Justin Hollingsworth aproveitou para visitar o nosso encontro.

Justin esta a negócios no Brasil pela empresa onde trabalha Super Flow Dynamometers & Flowbenches, visitando as cidades de Caxias, do Sul, Porto Alegre e Montevidéu.
Apaixonado pelos VW nos falou sobre o clube que pertence Edition 719, nome reference ao código de área da sua região.
Justin tem um Golf e dois Audi e se mostrou muito feliz em encontrar aqui em grupo que também divide a paixão pela mesma marca.
Simpático e falando um português bem mais fácil de entender do que o nosso inglês com ele ,saiu daqui levando alguns brindes do Porto Alegre Fusca Clube.
Claro não poderia passar sem fazer a foto na Kombi que marcou o nosso 7 Encontro de Fuscas aqui em Porto Alegre.

Bacana ver o nosso trabalho viajando mundo a fora.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Ainda sobre o Landau



Entusiasmado com a publicação das imagens do Landau no blog do Macfuca, o Douglas Miquelof mandou-me um texto no qual conta a experiência dele com carros antigos e um pouco mais das curiosidades a propósito do modelo 1981:

“Estou com este Landau 1981 há quase quatro anos.
Comprei de um senhor que já havia passado dos 75 anos, lá em Campinas.
Foi um achado, pois os filhos estavam preocupados com ele e a esposa, que moravam em uma casa grande em um bom bairro da cidade, com a mobilidade reduzida do casal, segurança e despesas com o imóvel. Resumindo, o casal de idosos comprou um apartamento e venderam a casa.
No novo endereço, eles não conseguiriam guardar o Landau e os outros dois carros de uso.
O Sr. Moezio, antigo proprietário me contou que havia comprado o carro há mais de 20 anos, em São Paulo, e que este já era seu 6° ou 7° carro da linha Galaxie.
Por sua mão já haviam passados modelos “500” (o mais simples da linha) e LTD (uma versão que no começo da fabricação era a mais luxuosa e com o passar do tempo virou intermediária) e Landau (a versão mais luxuosa).
Ele conta que nos últimos 10 anos o carro saía da garagem apenas para pequenas voltas no quarteirão e uma viagem anual de Campinas a Campos de Jordão, no Carnaval.
Ele vendeu o carro a contragosto, após trocar uma casa por apartamento, pois faltava lugar para guardá-lo. Garanti a ele que o carro seria bem cuidado.
E não pense que foi fácil, foram quase dois meses desde a primeira conversa até fecharmos negócio.
O carro é realmente um belo exemplar, tudo funciona, motor redondo e interior intacto.
Meu Landau 1981 é original à álcool, fruto do incentivo do governo no fim da década de 1970.
Entre 1980 e 1983 foram produzidos pouco mais de 1 mil Galaxies, seja 500, LTD ou Landau, movidos à álcool.
A produção total da Ford no Brasil, de 1967 e 1983, foi de pouco mais de 74 mil carros.
Como meu espaço de garagem é limitado e o recurso também, quando fechei o negócio tive que vender, rapidamente, um modelo igual, ano 1980.
O “80”, como chamavam, estava um pouco mais deteriorado e precisaria de um bom investimento para ficar no mesmo patamar. Não foi difícil vendê-lo dois meses depois de anunciá-lo em sites especializados.
Fechei negócio com um comprador de Blumenau e o carro foi de cegonha para o novo dono.
Durante este período, o novo “81” foi para casa e tive de alugar uma garagem no famoso Edificio Minister, ao lado da rádio CBN, para guardar o “80” até negociá-lo.
Os dois carros eram bem parecidos e da mesma cor, azul clássico. A minha família demorou para notar que se tratava de outro modelo. Só minha mãe, muito detalhista, percebeu a diferença nas letras e números da placa, dias depois. Detalhe, eles achavam que eu havia trocado um pelo outro, pois se descobrissem que estava com dois carros deste porte, com certeza não aprovariam.
Gosto muito de carro antigo, mas minha paixão começou por outra linha e marca.
Meu primeiro carro antigo foi um Chevrolet Opala 1971, na cor preta, 4 portas, motor 6 cilindros.
O carro era muito detonado, comprei-o semi-desmontado e terminei de desmanchá-lo em casa.
Assim ficou lá por quase cinco anos.
Vendi o carro no formato “Kit Lego”, o comprador levou o Opalão todo desmontado.
A carroceria seguiu no guincho.
As peças, muitas delas novas ou já recuperadas, que juntei durante os anos para restaurá-lo, eguiram na caçamba de uma picape.
Nestes quase dez anos de aproximação com os carros antigos, aprendi algumas lições, entre elas saber que comprar um carro inteiro, conservado ou reformado dentro dos padrões, sai muito mais barato que comprar um modelo em estado ruim e tentar resgatá-lo.
Além disso, é um prazer mais imediato de poder dirigir, ir aos encontros.
Este mercado de funileiros, lanterneiros, pintura e peças para carros antigos sofreu uma inflação além do normal, pois muitos deixaram a paixão de lado para transformar em negócio.
Pois bem, tentei ser breve em contar um pouco da origem do “81” e as histórias que sucederam à ele. Agora tem muito mais histórias ao volante dele, em encontros, viagens ou até mesmo em passeios pela cidade em um sábado ou domingo de sol”

Douglas Miquelof


Valeu Douglas obrigado pelo seu depoimento e fique a vontade de contar as sobre as suas aventuras com o Landau!

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Portal Autoclassic

Tive a grata satisfação de ler no portal Autoclassic a matéria feita sobre o Porto Alegre Fusca Clube. Legal ver uma boa divulgação quando estamos trabalhando para melhorar ainda mais a qualidade do clube. Temos muitos fusqueiros em Porto Alegre que ainda não conhecem e nem sabem da existência do clube. Por incrível que pareça as pessoas fazem idéia que neste tipo de clube só pode chegar quem tem fusca bonito e de alta qualidade. Temos um grupo bem diversificado tanto de estilos quanto de qualidade de carros e nenhuma destas características fazem a diferença entre os sócios. O que vale é curtição e o bate papo das pessoas. Valeu AUTOCLASSIC! Segue o folder com os dias e local dos nosso eventos pra quem quiser nos visitar e participar dos encontros.

 Porto Alegre Fusca Clube o velho brasão que se atualiza
mas não perde a identidade!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Rua 13 de Maio - SP

Por Milton Jung Júnior Conhecemos pouco sobre os moradores destas casas da Rua 13 de Maio, nos anos de 1950. Sabemos que era rua ainda tranquila, de bate-papo diante do portão de ferro e algumas obras a caminho, em um bairro, o Bela Vista, próximo do centro da cidade, que ganharia destaque por suas cantinas e pizzarias. Pela foto, de quem se desconhece o autor, também é possível perceber que havia lá algum dos milhares de admiradores de fuscas, gente boa e gente humilde que não se incomodava de ter de encarar um trânsito, ainda sem crise nem congestionamento, mas tomado de carrões fabricados pela Dodge e Chevrolet.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Direto do Sistema Globo de Rádio

Por Mílton Jung, o Júnior “Sei que o espaço é dominado pelos queridíssimos fuscas. Merecem mesmo. São especiais. Ao mesmo tempo, sei que sempre cabe mais um no coração de um fusqueiro, por maior que seja. Por isso me atrevo a enviar as imagens deste Landau, 1981, do meu amigo Douglas Miquelof, que trabalha na área e Projetos Especiais do Sistema Globo de Rádio, em São Paulo. De vez em quando, ele vai trabalhar com este modelo da Ford e estaciona no pátio da nossa sede, na rua das Palmeiras, bairro de Santa Cecília, no centro da cidade. Logo se transforma em atração e vira ponto de encontro dos colegas que descem para apreciar a antiguidade. Espero que vocês, acostumados a visitar o MacFuca, também gostem desta peça rara. Bom proveito!”

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Com a Bike na Kombi

Sistema bem interessante para transportar a bicicleta na Kombi.
Para uma boa mente criativa não deve ser complicado fazer esse suporte.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Igual ao meu volante!

Vejam que interessante esse volante é o mesmo modelo que uso porém, no botão da buzina foi utilizado o modelo do volante original. O painel não é muito minha praia mas ainda assim ficou bom feito.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Cup Cake VW

Tá feito a festa!

domingo, 10 de fevereiro de 2013

O que faz a diferença!

Bastou altura e um rodado com pneus banda baixa.
Claro nada mais nada menos que as famosas rodas Fuchs.
Mas para esse modelo mais moderno da Kombi caiu como uma luva.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Fender Guide


Mais um mimo para o Macfuca pra não dizer acessório, porque já andam falando por aí que qualquer dia destes o Macfuca não sai do lugar só pelo peso dos acessórios.
Fender Guide é o nome do brinquedo novo que 
significa Guia de Pára-lamas.
Se vê muito nos caminhos porque ele serve para os motoristas terem a idéia da largura do veículo em relação ao espaço que irão ocupar.
Evidente que para um carro do tamanho do fusca ele funciona como um objeto muito mais decorativo podendo até comportar uma bandeira.
A fixação é simples mas tem de se ter cuidado para não marcar a pintura.
Na ponta uma pequena lâmpada que pode ser ligada a sinaleira do fusca.
Os carros maiores costumam usar o par porém no fusca como faz mais a perfumaria do que o serviço costuma-se utiliza somente em um dos lados porém nada impede de que se utilize os dois, 
vai do gosto do proprietário.
Ainda não instalei o Fender Guide, coloquei no lugar somente para ter uma idéia de como ficaria.
Mais algumas mudanças devem vir por aí e então sim o Fender Guide
 irá iluminar os caminhos de Porto Alegre.






Segue aqui alguns exemplos