Sorteio de Aniversário do Blog

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Gosta de Hotwheels

Não tem como não lembrar dos brinquedos de criança quando se vê um modelo destes.
Hotwheels Volkswagem.
Estava presente no aniversário de 60 anos do autocarro em Hanover no início de outubro passado.
No mesmo espaço estavam mais de 5.000 furgões desde os primeiros
originais Split Screen T1 até os modelos mais atuais.
É ou não é um belo brinquedo de gente grande?

sábado, 29 de janeiro de 2011

Parceria das boas!

Vermelhinho e Azulzinho.
Melhor dizendo Almôndega  e Macfuca!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Air-o-Lators ou Mosquiteiro

Mais um presentinho para o Macfuca.
Mosquiteiro para janela. 
A tela é estilo um ralador de queijo como diziam nas especificações deste acessório no tempo que ele era utilizado no Split Window.
O mosquiteiro serve tanto para evitar a entrada de insetos no carro permitindo com a tela que entre somente o ar, com também para dias de chuva onde mantendo as janelas totalmente fechadas os vidros embassam.
Em dias de sol e em estacionamentos abertos o Mosquiteiro possibilta a circulação de ar na parte interna tornando a sensação ao entrar menos desagradável.
A tela se molda ao desenho do quadro da porta e do vidro e é de instalação totalmente simples.
Basta encaixar na diagonal como mostra a foto.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Bingo para A Fusca&CIA

Para alegria de todos com certeza e na qual eu me incluo saiu na edição de janeiro da FUSCA&CIA a matéria com o POAFUSCACLUBE.
Depois daquela edição com os comentários conturbados do clube de Novo Hamburgo mostrando a foto dos carros do POAFUCACLUBE parecendo que eram os seus e dizendo que o regulamento aqui de Porto Alegre não aceitava derivados, veio agora a matéria destacando o trabalho e a forma como o clube se reune.
Bingo para a FUSCA&CIA que traz o POAFUSCACLUBE mais uma vez para o cenário nacional.
Não deixem de comprar para guardar este arquivo que ajuda a concretizar o trabalho de tantos apaixonados que se dedicaram e se dedicam a manter viva a história do clube.
Obrigado FUSCA&CIA.!

O Jacaré e o Jeep

Outro dia a noite no Viaduto entre fuscas, música, churrasquinho, Miúras e outras raridades que por lá aparecem conheci o Professor Jacaré. Colecionador e apaixonado por veículos de Guerra  bem lembra ele que apreciadores desta modalidade de veículos de nada tem a ver com violência e sim com a história e técnologia empregada na época referente ao carro.
Ao ver os carros me lembrei do amigo ZIR  lá de Caçador (SC) que também os coleciona além é claro dos seus fuscas. Logo pensei em fotografá-los para enviar as fotos. Qual foi a minha surpresa ao dizer o nome do ZIR para o Jacaré. São amigos de longa data e inclusive o amigo ZIR já esteve aqui em Porto Alegre participando do encontro de veículos de guerra com um detalhe. Veio dirigindo um dos seus exemplares e lembra o Jacaré, vestindo roupas a caráter em cada dia do encontro.
Lembrou bem o Jacaré que nos veículos de guerra  sempre é utilizado o que de melhor existe em matéria de tecnologia de veículos porque País nenhum arriscaria colocar em combate algum veículo que não tivesse recursos para sobreviver a eles.
Nas fotos os modelos 1941 e 1942. A diferença dos modelos já começa pela grade dianteira. A do 41 era soldada ferro por ferro da grade fazendo com que isso ficasse muito mais complicada a confecção da mesma. Já o 42 a grade já era estampada o que facilitava bastante na produção em série.
No 42 (pena não ter fotografado) mostrou que o farol dianteiro possui uma borboleta que em caso de manutenção ou pane no motor pode-se tirar a borboleta o que possibilita virar o farol para dentro do motor para que ele seja iluminado.
Muito do que vemos nos automóveis atualmente já era obra de engenharia mecânica a muitos anos atrás.

Nas fotos os detalhes internos do 41 e do 42. Reparem no painel o compartimento para o armamento.

Luz da PLaca

O carro do Juliano dispensa qualquer comentário a mais porque é um verdadeiro luxo em matéria de acabamento, peças e bom gosto. Como gosto dos detalhes de adaptação olha só o detalhe da luz da placa.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Skate Dog

Um dia eu chego lá! Olha o nipe da fera.

MacFuca ABEC11



Big Zig =ABEC11=Macfuca

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Novo Projeto - Mais uma parceria para o Macfuca

A procura de um skate menor resolvi começar um novo projeto para acompanhar modelo Long que o  Macfuca carrega nas costas. Aproveitei os truks anteriores e acessorado pela turma da Panda&Mônio comprei os amortecedores mais macios e cônicos o que faz com que os truks virem mais facilitando o Slalon.

O Shape é pequeno e não tem a ponta nem a cauda  falando no linguajar da tribo "Tail".
A lixa para acompanhar é importada por ter a base emborrachada e não quebrar com o movimento pra cima e pra baixo já que o shape é flex.

Rolamentos e Roda ABEC11 que pra rodar na velocidade do Macfuca.
Tem que ter cuidado já vi que o bixo é perigoso.

Na tampinha!

Peguei na tampinha o Júnior do Gonzo61 e o Rafa do Área de Escape espiando o Macfuca.
Já viu essa não da pra vacilar que tem espionagem no viaduto!

Tô de olho em vocês!!!!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

De pernas para o ar ou melhor rodas!

Nem sempre a expressão de pernas para o ar é um bom sinal.
Vejamos pela foto.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Força Marcio

Olha só o que a pressa dos outros fez com alegria do Márcio.
Carro estacionado na garagem e a motorista ao lado resolve sair assim sem prestar muita atenção.
Nada mais que um BMW, foi amor a primeira vista, passou pelo lado e quis levar o fusquinha pra namorar.
Agora é esperar o seguro da madame e colocar as peças no seu devido lugar.
Sorte Marcio!

sábado, 22 de janeiro de 2011

Lembrancinha de Nascimento

Certamento Nascimento de um futuro fusqueiro que se Deus quiser irá cuidar dos nossos se não estivermos mais por aqui.

Fot enviada pelo meu amigo Maggi!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

O voo-cego do Rádio Esportivo

Escreve Milton Ferretti Jung este que esta sentado a mesa do lado esquerdo com os fones.

Outro dia, o Mílton, em sua  "Avalanche Tricolor", a propósito de uma outra estreia – a do Grêmio no Campeonato Gaúcho- lembrou, com saudade, o início de sua carreira na Rádio Guaíba, no qual, repórter esportivo que era, trabalhava nos jogos dessa competição, muitos deles narrados por mim. A saudade se explica: os jogos, em geral, especialmente aqueles disputados no interior do estado,transformavam-se em batalhas campais ou quase nisso. Os jogadores, mesmo os da dupla Gre-Nal, mais bem remunerados, tinham amor à camiseta, coisa rara hoje em dia, pois o profissionalismo transformou muitos em verdadeiros mercenários. O que o Mílton não recordou, porque não havia nascido na época, foi das dificuldades que se enfrentava para transmitir as partidas do que agora resolveram apelidar de Gauchão, superlativo injustificável para o futebol que se vê.

Em algumas cidades interioranas – Bagé era uma delas – não havia linha telefônica, necessária para que se falasse dos estádios. Viajava-se, na véspera dos jogos, por estradas de chão batido, muitas vezes debaixo de chuva. Não havia motorista profissional. Dirigiamos nós mesmos inseguras kombis. Dentro delas, estava um enorme transmissor “single-side-band”, o substituto da linha telefônica. Para que funcionasse era preciso comprar dois postes de bom tamanho, estender entre eles um cabo, conectado a outro que, por sua vez, ligava-se ao transmissor. Na sede da rádio, um técnico passava trabalho para receber a transmissão. Esse, controlava o áudio girando um botão. Para a equipe que estava no estádio ouvisse o retorno do som que era enviado, fazia-se necessário sintonizar a onda-curta da emissora.
Em transmissões de futebol fora do estado precisava-se contratar a Radional, antecessora da Embratel e nem sempre confiável. Essa, certa vez – e com isso vou encerrar este papo, não se preocupem – nos deixou na mão num jogo entre Atlético Mineiro e Grêmio, em Belo Horizonte, no Estádio Independência. Sem conseguir captar a onda-curta da Guaíba, abri a transmissão depois de avisar para o estúdio que iriamos – o Ruy Ostermann e eu – entrar no ar em “voo-cego”. E entramos. Narrei 85 minutos. Foi então que a onda-curta deu o ar da graça. No estúdio, o locutor do noticiário apresentava o Jornal da Noite.
Seja lá como for (ou como era) que, tal qual o Mílton bem mais tarde, nós dois tenhamos bons motivos para sentir saudade dos velhos tempos do futebol e do rádio esportivo.

Milton Ferretti Jung é jornalista, radialista, gremista e meu pai. Escreve todas as quintas-feiras no blog do Milton Jung e terá sua reprodução qui neste blog.

Mais de 500 fuscas em São Bernardo do Campo

Recebi do Twitteiro de Plantão Milton Jung!

Evento pretende levar mais de 500 exemplares em São Bernardo do Campo.
Acompanhem a matéria no link da WebMotors

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Em 1ª mão a Brasa do Alemão

Depois vou falar mais a respeito do mais novo proprietário desta Brasilia 76, por sinal mesmo ano do Macfuca.
Por enquanto vai aqui em 1ª mão as fotos enviadas hoje da Brasa do Alemão (Everton Zang)!
Mais um voltando a família VW, seja bem vindo!

Rafa Service

Se estragou alguma coisa no Almôndega não tem problema Rafinha's Service concerta!

Dia Nacional do Fusca

Hoje é o dia Nacional do Fuca e claro que a melhor forma do blog do Macfuca festejar é com a foto do artista principal deste blog,  motivo de alegria e distração.
Parabéns a todos os Fuscamaníacos que ajudam a preservar esta lenda.
Então lá vai,  Macfuca e o Dia Nacional do Fusca!

Direto do Ceará

O amigo Marcelo Meireles Bahia esteve visitando o blog e fez contato.
Para minha alegria enviou as fotos do seu 1300 ano 1972.
Bom ter você por aqui!


Aproveitou a mensagem e encaminhou o convite para participar do Dia Nacional do Fusca que esta sendo organizado pelo super acessado e badalado blog Planeta Fusca do Fuscamaníaco Fred Guilhon e o Volks Clube do Ceará.
Então pra quem estiver por aquelas bandas é só acompanhar os datos no anúncio.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Lançamento da Apple

Já que o assunto aqui também percorre os caminhos da Apple olha só o lançamento que o Maggi me enviou!
Depois do iPod...

Depois do iPhone...
Depois do iPad...
A revolucionária empresa Apple Nordeste lança mais um produto:


Frito então é uma beleza!

Baguete de Proteção

Baguete de Proteção da entrada ar da Kombi 55 até 67.
Acabamento é sempre um detalhe a mais.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Rasteiríssima

Surdina de Puma

Agora sim o aventureiro esta falando grosso.
Com escapamento novo pintado e com ponteira cromada o cara tá pedindo passagem.
Parabéns Evandro!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

3° Domingo do mês e POAFUSCACLUBE

Para o mês de janeiro até que deu um bom número de participantes no viaduto sendo que alguns novos.
Sabe como é mesmo com a seca é sempre tempo de colheita.

Capa de dobradiça

Mesmo estilo das que coloquei no Macfuca só que estas capas são para Kombi.
Detalhe é que as dobradiças da Kombi ficam mais salientes o que facilita mais ainda
o brilho destas capas. Fácil instalação.
Belo acabamento.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Placa Deutsch

Mais uma aquisição para o Vovozão placa Deutch.
De alumínio estampada a placa é de ótimo acabamento.
Tá bonito esse velhinho!

sábado, 15 de janeiro de 2011

Pommeau de volant "Boule 8"

Maçaneta de Volante. Olha só o modelo "Bola 8".
A cara doMacfuca!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Tropeada e o Luciano Weber

Olha só o foto capturada pela Vânia que acompanha a Tropeada que foi até Buenos Aires.
Luciano Weber no detalhe levando o adesivo do POAFUCACLUBE no vigia traseiro para outros pagos.
Acompanhem mais detalhes da viagem pelo blog do OBV de Passo Fundo

Capa da Chave

Capa para chave modelo Kombi da marca Moon, imagina a com o fuca como deve ser legar.

Kombi Lixo

Leia a matéria no blog do Milton Jung
Tem que ser forte!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

É verão!

Sempre achei meio estilo motorista de caminhão mas bem que no calor do verão um modelo 12V destes cairia bem, ainda mais assim de prendedor que da pra colocar em qualquer lugar sem ter de furar a lataria para fixação.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Macfuca é Panda&Mônio

Sábado estive visitando a turma da Panda&Mônio. porque a tempos queria trocar os truks do meu Skate por um modelo invertido para facilitar os movimentos e deixar ele mais macio.
A turma lá é muito atenciosa e o preço é super acessível para todos os tipos de clientes, compatíveis com quem esta começando e com quem já é profissional.
Típico lugar onde a pessoa se sente a vontade sem se achar alguém fora do contexto.
Importante saber recohecer que o Skate é um esporte que muitas vezes traz as pessoas de volta no tempo.
Mesmo que possamos ver mais a gurisada dando umas rasgadas pelas ruas é importante salientar que existem várias modalidades onde permite que mesmo os mais velhos como eu e que já andavam no passado possam relembrar os velhos tempos sem correr tanto o risco de quebrar alguma coisa.
Sim porque risco sobre 4 rodas qualquer um que subir no Skate corre.
Aproveitei o adesivo que foi presenteado e fiz umas fotos que estou acostumado a ver nos blogs que cultuam os VWs e o Skate. (Claro deixei lá com eles o adesivo do meu parceiro Macfuca)
Duas coisas que começaram no passado mas que a cada dia estão presentes em nossas vidas.
Sobre rodas é lógico.
Macfuca e Panda&Mônio.


Tá precisando de vela nova?

Chaveiro interessante pra quem tem um VW no coração.

Mário Bessa - Placa Volkswagem

Olha só a placa que o Vovozão adquiriu do Mário.
Produto de excelente qualidade que esta sendo produzido pelo nosso amigo que agora esta com a sua marca disponibilizada da sua Oficina Mecânica especializada nestas nossas raridades.


O Macfuca ganhou uma de presente em retribuição a finalização da logotipia da Oficina do Mário.
Se você pensa em adquirir uma peça como essa de metal, recortada e cromada de excelente qualidade ligue para o número do celular que aparece no logotipo acima e se precisar regular ou melhorar a estética do motor ao colocar algum acessório no carro, fale com o Mário Bessa.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Vaso repaginado

Lembram do velho vasinho de flor para colocar no painel dos VW.
Este é um modelo repaginado que serve tanto para os velhos como para os novos.
Duas formas de prender. Com ventosa e com prendedor tipo perfume para carros.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Jornalismo pragmático esquece o ser humano

Sei que o propósito deste blog tem a ver com as coisas que envolvem o conteúdo dos Fucas que sobrevivem a este mundo que muda tão depressa, porém determinados conteúdos me despertam a necessidade de um raciocínio que vai além desta minha paixão.

Hoje por uma destas coincidências da vida onde brinco com a palavra Pragmático me deparei com este texto escrito brilhantemente pelo meu irmão em seu blog Milton Ferretti Jung Júnior.

"Joseíldo acabara de chegar da casa da mãe no Nordeste – este ‘país’ que teimamos em não reconhecer e discriminamos. Não teve tempo pra contar aos parentes as notícias da terra natal. Chegou, era noite, talvez tenha beijado a mulher e abraçado os filhos. E morreu. Morreram todos embaixo da lama e dos tijolos do abrigo que haviam conseguido construir com o dinheiro que juntou no trabalho de pedreiro.


Das crianças sobraram fotos gravadas no celular de um dos tios. Havia uma mochila escolar, também. Da família, tristeza, desolação e resignação.


A tragédia foi em Jundiaí, interior de São Paulo, e havia sido descrita pelos repórteres durante o dia. Chamou-me atenção, porém, o relato feito pela jornalista Abigail Costa, que você lê, esporadicamente, neste blog, e reporta as notícias no Jornal da Record (mulher deste blogueiro, também). Foi lá, conversou com amigos e parentes da família, fez questão de conhecer a história de cada uma daquelas pessoas que para maioria de nós é apenas uma estatística, no máximo a garantia de uma manchete no noticiário da noite.


Por tempos fui repórter, também. E, muitas vezes, tive de desenterrar o pé do barro para fechar reportagens no rádio e na TV. Sempre me intrigou a história privada de cada uma daquelas vítimas. Nem sempre tive sensibilidade para descrevê-la. Por isso, valorizo o repórter capaz de entender que há momentos em que a pauta tem de ser cumprida com o coração.


Na reportagem que assisti hoje, não faltou racionalidade na condução da história. Mas o destaque ficou a cargo daquilo que foi percebido pela alma, sem o sensacionalismo comum nestes momentos.


A forma com que a notícia foi contada não impediu, porém, que colegas de profissão reclamassem da cor da bota, do tamanho do anel e da estampa do lenço que encobria o pescoço da repórter. Confesso, as lágrimas não me permitiram ver estes detalhes. Eles viram.


Pensei em silêncio – que se transforma em palavras neste post: o que nos torna tão frio diante de uma tragédia humana a ponto de nos permitir perceber a superficialidade na imagem ?


Preocupa-me o fato de estarmos construindo redações pragmáticas, nas quais a forma se sobrepõe ao conteúdo. Feita de pessoas que buscam a notícia a qualquer preço. Profissionais que transformam a arte de contar histórias em um exercício burocrático. Que escrevem seus textos como se batessem ponto em uma repartição pública caquética.


Aos repórteres ainda dispostos a ouvir sugestões: não se iludam com a falsa ideia da imparcialidade; jamais transformem a isenção em insensibilidade; e nunca deixem de exercer o direito sagrado de se emocionar diante da realidade humana ."

Quer carregar a bicicleta?

Modelo funcional para colocar a Biki na Kombi.
Nunca vi pessoalmente, ótima idéia .

sábado, 8 de janeiro de 2011

O velho e bom Vovozão

Olha só a camisa do Gremistaço do Bohrer.
Vovozão Personalizado de Tricolor.

Cara com bom gosto é isso acerta em tudo!
Bela camisa meu amigo Bohrer.

Aquecedor

Não sei porque este tipo de aquecedor não rola aqui por estas terras.
Modelo simples para ligar no acendedor de cigarros ou em uma tomada 12V.
Na frança eu sei que tem.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A Voz do Rádio

Quer saber mais sobre "A Voz do Rádio"?
Leia a entrevista no site Terceira Melhor Idade

Espelho Retrovisor Interno

Totalmente Fashion. Estilo Califoniano.